torta-bulgara-tania-bastos (0)

Torta búlgara tão baiana quanto o acarajé

Torta Búlgara sobremesa frequente nos restaurantes e

docerias baianas, ela tem uma origem misteriosa.

 

 

 

Também chamada de torta, mas na verdade um bolo sem farinha de trigo com receita simples, mas cuidadosa execução. A torta Búlgara é de origem Baiana e acima de tudo Soteropolitana, essa torta só é encontrada na Bahia, o sul e o sudeste do Brasil desconhece essa torta.

 

A autoria da receita é controversa, mas parece ser mesmo uma criação da doceira Sálua Chalhub, que no final dos anos 1990 e início dos anos 2000 tinha um restaurante no bairro de Nazaré. Segundo essa versão, após o erro de uma assistente, ela transformou um bolo solado em uma espécie de rocambole, cobriu com creme de leite batido, açúcar… e serviu. Depois, a receita teria sido um tanto modificada por um chef do antigo Hotel Meridien, ganhando o formato atual.

 
Mas, por que búlgara? Ora, porque a doceira tinha acabado de voltar de uma viagem à Bulgária, e adorara aquele país! Mas dissemos controversa porque, antes da torta búlgara conquistar as confeitarias da cidade, o restaurante de Dadá já vendia um doce bem parecido: o “Negão da Dadá”. Do “Negão”, sofrendo adaptações anônimas daqui e dali, teria surgido a iguaria que conhecemos. Bom, já por essa vertente, especula-se que a torta fora batizada de búlgara só para dar um chiquê mesmo.

 

torta-bulgara-tania-bastos (1)

 

O que não deixa de fazer sentido, já que, embora seja uma base de nossa gastronomia, o legado africano é pouco significante na doçaria baiana – esta sendo basicamente europeia, como atesta o insuspeito Manuel Querino em seu “A Arte Culinária na Bahia”. Para fazer uma deliciosa torta búlgara com autêntico sabor soteropolitano. Ela é feita com apenas 4 ingredientes, tem uma boa consistência e um aroma muito agradável de chocolate o diferencial está mesmo na sua textura, ao mesmo tempo pesada e leve.

 

A torta búlgara tem a aparência de um bolo solado, mas, quando você morde, parece até um pudim de tão macia

peculiaridade é que ela é tão úmida que chega a grudar nos dentes, como um brigadeiro.

 

A búlgara já conquistou seu espaço entre os apreciadores de chocolate, não apenas pelo sabor, mas também pelo aroma que enfeitiça logo que sai do forno. Outro momento delicado é a hora de desenformar o doce. “Ele deve ser desenformado ainda morno, nem quente nem frio”, senão corre-se o risco de partir a torta em vários pedaços.

 
Há pouco tempo atrás, a fórmula era guardada a sete chaves. Se foi fácil descobrir os ingredientes, difícil era saber o modo de preparo. Para ter uma ideia da curiosidade em cima da receita, algumas pessoas chegaram a discutir em fóruns da internet. Até que naturalmente, as pessoas foram descobrindo e ela virou um sucesso absoluto em todos os cantos onde chegou.

 

torta-bulgara-tania-bastos (2)

 

Mas até hoje os confeiteiros vão aprendendo aos poucos como a torta deve ser servida. Acompanhada geralmente de creme de leite ou sorvete de creme, há que aprecie a torta búlgara com alguns morangos.

 
Confira a receita da baianíssima Torta Búlgara

 

Ingredientes

  • 300 g de chocolate em pó
  • 300 g de manteiga (com ou sem sal)
  • 300 g de açúcar branco refinado
  • 3 ovos inteiros
  • 2 gemas

 

Preparo

  1. Pré-aqueça o forno em temperatura média e unte uma forma de pudim com manteiga.
  2. Derreta a manteiga com o chocolate em pó numa panela em banho-maria.
  3. Quando estiver homogêneo, retire do fogo e junte os ovos e o açúcar, batendo bem.
  4. Leve de volta ao banho-maria e mexa até a massa engrossar, ficando semelhante a uma lama negra.
  5. Transfira para a forma de pudim untada e leve ao forno também em banho-maria por 30 a 40 minutos.

 

 

Deixe sua opinião, assim podemos melhorar.

Artigos Relacionados