Mini Super Master Chef - 01

Mini Super Master Chef

Estou devendo alguns textos para meus queridos editores deste amado espaço e como já havia avisado aos próprios, que estava digitando um texto que seria, no mínimo, perturbador e que minha intenção era cair pra cima destes produtores de realitys de culinária que abusam de tudo e de todos.

 

Pensei, repensei… pensei novamente… analisei… pesquisei… pensei bem (mais uma dúzia de vezes) e passaram-se 2 meses até chegar a uma conclusão: Em vez de produzir um texto crítico ou até como poderei nominar… ”agressivo”, resolvi produzir um texto educativo, entre o incentivador e o alertador.

 

Como já havia dito aqui e por várias vezes, eu não sou Pai, mas sou educador na área gastronômica há 10 anos e já eduquei e treinei cozinheiros e cozinheiras dos 16 até os 75 anos, discentes de Gastronomia, profissionais da área e simpatizantes. Acredito que mais de uma centena deles. Em alguns de meus eventos já cozinhei e brinquei com crianças de 03 a até 12 anos e se quiserem ver as fotos nos links abaixo, me dei muito bem com isso…

 

Link Fotos 01

Link Fotos 02

 

O que anda me preocupando é assistir a estes reality’s e perceber um nível de técnicas de cozinha incoerentes com a idade dos participantes. Percebo muita fantasia e firula em pratos com técnicas apuradíssimas, que a meu ver, não coincidem com a idade dos participantes e nem com suas “supostas experiências” e olha que vi mais de 50 filmes no youtube sobre esses jovens e suas mirabolantes receitas.

 

Mini Super Master Chef - 04

 
Poxa vida, já formei tanta gente nesse mundo e nunca vi jovens de tão pouca idade usando técnicas que preciso de semanas a fio, para implantar e ensinar a um novo cozinheiro e perceber que ele está apto a usá-la. De repente, em um passe de mágica vemos crianças dominarem e darem show na cozinha.

 
Queridos pais… Não é de se estranhar, tudo isso…?
Juro, não estou criticando nem diminuindo a capacidade de ninguém, apenas tento entender como estes jovens com tão pouca idade chegaram a isso, a este nível. Mesmo com uma supervisão de excelentes profissionais, tenho cá minhas dúvidas. Será mesmo que isso é possível ou será a velha mágica da televisão e da produção cinematográfica?

 
Agora colocando minhas dúvidas de lado, vamos dialogar sobre uma máxima. A COZINHA É UM LOCAL INÓSPITO, EXISTE ALTA TEMPERATURA DE AMBIENTE E DE FLUÍDOS, GÁS CARBURENTE EM RECIPIENTES FECHADOS, OBJETOS CONTUNDENTES E CORTANTES, MATERIAIS CONTAMINADOS E TODO TIPO DE ARMADILHA PARA ACIDENTES.

 

E não falo apenas das cozinhas profissionais, a sua aí da sua casa, você acredita ser menos perigosa? Então será que o risco de uma criança se acidentar em um ambiente assim não é muito maior que com adultos? Uma criança criativa, inteligente e cheia de vontades e ideias, ao ver estes realitys shows não interpretará o mundo da cozinha como uma extensão do seu quintal ou do playground? E um dia em casa, sem a supervisão de um adulto responsável, resolva cozinhar e isso pode ocasionar uma série de acidentes, inclusive fatais.

 

Mini Super Master Chef - 02

 
Vejam bem, é lindo o lado lúdico da cozinha, do criar e transformar, reunir a família em torno de uma receita e produzir momentos maravilhosos, realmente é lindo e assim fui criado e conduzido por meus pais, mas sempre fui alertado dos perigos disso e sempre com supervisão de adultos. Tive sorte de viver com uma mãe sempre presente, uma mulher do lar, que sempre me ensinou tudo sobre cozinha e sobre técnicas de elaboração culinária, mas observem se o mundo de hoje funciona assim?

 
Presenciei nestes últimos meses, crianças de 10 a 14 anos, Procurando cursos para aprender a cozinhar e percebo que a escolas do ramo, já estão se equipando e esquematizando cursos para absorver esta demanda. Meu alerta, queridos pais, é de conscientizá-los que aquele nível que presenciaram nos diversos reality shows de Mini Chefs, chefs kids e etc…é impossível de se ensinar em algumas semanas, até por que fisiologicamente, também é impossível !!!

 
Por favor, não usem esses cursos oferecidos por aí como forma de ocupar o tempo ocioso dos seus filhos e é claro, otimizar os vossos, em detrimento a oferecer-lhes uma nova opção, para terem mais tempo para vocês, lembrem-se que estarão colocando um risco a mais dentro de suas casas. Meu conselho é fazerem o curso junto com seus filhos e se já possuem um domínio bom a excelente no preparo de suas refeições, levem seus filhos junto com vocês e os preparem para isso. Comece com algo simples como uma macarronada de Domingo, pesquise, especialize-se e vá deixando os Cardápios de reunião de família mais incrementados, uma hora esses jovens se destacam e começam a se aperfeiçoarem por si e assim deverão procurar as escolas do ramo.

 

Mini Super Master Chef - 03

Foto: The Ritz-Carlton Berlin

 
Pelo amor de Deus, já têm tanta gente perdida por aí no mercado de trabalho que acha que cozinha bem, por que a “mamãe e o papai” adoraram suas receitas, isso precisa acabar, precisamos de pessoas com critérios e técnicas profissionais na cozinha e não de aventureiros de realitys shows. Fazer de 1 a 10 pratos lindos é fácil, quero ver comandar uma cozinha com um cardápio de 30 itens com 80 serviços/hora e atender uma mesa de 20 pessoas com 20 pedidos diferentes e entregar tudo junto, impecáveis e quentes E EM TEMPO HÁBIL.

 
Isso sim faz a diferença…
Já disse aqui e repito…

 
COZINHA É PRA GENTE SÉRIA E COMPROMETIDA, NÃO É LUGAR DE PALHAÇOS E CRIANÇAS MARRENTAS… PRA ISSO EXISTE O CIRCO…
ÓSCULOS E AMPLEXOS CONDIMENTADOS DO CHEF

Deixe sua opinião, assim podemos melhorar.

Artigos Relacionados