fry´s mescla o melhor do fast-food e da culinária gourmet

Fry’s mescla o melhor do fast-food e da culinária gourmet

Criado em 2012, o Fry’s planeja abrir 12 unidades até o fim do ano que vem

 
O McDonald’s, cadeia de restaurantes mais famosa do mundo, é considerado um símbolo dos Estados Unidos. Apesar disso, o carioca José Guilherme Aranha nunca comeu nenhum Big Mac (ou nenhum outro lanche da rede) em suas várias viagens ao país. “Nunca fui porque os americanos têm tantas opções de lanchonete que ir ao McDonald’s não fazia sentido“, diz. No Brasil, por outro lado, ainda não há toda essa variedade – os fast-foods e restaurantes gourmet estão aqui, mas não existe nenhum conceito, digamos, intermediário.

fry´s mescla o melhor do fast-food e da culinária gourmet

Pensando nisso, Aranha criou o Fry’s, franquia que reúne a rapidez do fast-food e a qualidade das hamburguerias. Fundado no fim de 2012, o negócio tem hoje seis operações e pretende dobrar de tamanho até o fim do ano que vem.

fry´s mescla o melhor do fast-food e da culinária gourmet
Antes de abrir o Fry’s, Aranha foi dono de uma franquia do Habib’s. Em 2010, vendeu a operação e tirou um período sabático. No ano seguinte, foi aos EUA comprar coisas para sua casa nova e decidiu comer um hambúrguer. Surgiu, então, a inspiração para o novo negócio. “Juntei o melhor de várias redes americanas na criação do Fry’s“, afirma.

fry´s mescla o melhor do fast-food e da culinária gourmet
Em dezembro de 2012, o empreendedor abriu, no Rio, a primeira unidade. Para ele, a lanchonete oferece um conceito batizado de fast casual a seus clientes. “Oferecemos produtos de ótima qualidade e frescos, mas em uma operação semelhante à de um restaurante fast-food e com preços bastante competitivos“, diz. Ele afirma que o preço dos produtos são cerca de 25% maiores que os oferecidos pelas lanchonetes de comida rápida. “Podemos não ser os melhores, mas temos o melhor custo-benefício do mercado.

fry´s mescla o melhor do fast-food e da culinária gourmet

Na hora de fazer um pedido no Fry’s, os consumidores, basicamente, decidem o que vai no lanche. São três opções feitas de carne bovina: hambúrguer, cheeseburger e cheesebacon. O próximo passo é adicionar o queijo, que pode ser catupiry, brie, gorgonzola ou emmenthal. Depois, é hora de escolher os molhos e os vegetais. O cliente pode colocar quantos quiser – esses acompanhamentos são grátis. O Fry’s também tem sanduíches de frango, costela suína e cachorros-quentes, além de opções de bebidas e sobremesas.

fry´s mescla o melhor do fast-food e da culinária gourmet

Das seis operações atuais do Fry’s, três estão no Rio de Janeiro e outras três em São Paulo. “Queremos chegar ao Espírito Santo e ao Paraná em breve“, afirma. Uma unidade do Fry’s custa, pelo menos, R$ 410 mil.

fry´s mescla o melhor do fast-food e da culinária gourmet

Fonte: Adriano Lira/PEGN

Deixe sua opinião, assim podemos melhorar.

Artigos Relacionados