café Lavazza Estação Espacial Internacional (ISS)

Agência Espacial Italiana leva café expresso para o espaço

Os astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS) não podem se queixar do menu servido a bordo -agora, além dos pratos assinados pelo premiado chef Alain Ducasse, os tripulantes agora contam com o legítimo café expresso italiano.

Lavazza e Argotec se uniram à Agência Espacial Italiana para criar uma máquina capaz de fazer café. ISS

As empresas Lavazza e Argotec se uniram à Agência Espacial Italiana para criar uma máquina capaz de fazer café em condições adversas. O resultado é a ISSpresso, que é capaz de trabalhar de ponta-cabeça e em gravidade zero.

café Lavazza Estação Espacial Internacional (ISS)

Até o momento, o único jeito de tomar café a bordo da nave era por meio de bebidas solúveis misturadas com água. A ISSpresso, por sua vez, funciona com cápsulas de café, que são preparadas em uma embalagem especial. O mecanismo também é capaz de preparar chocolate quente e chá.

café Lavazza Estação Espacial Internacional (ISS)

O único “problema”, por assim dizer, é que não dá para servir o café em xícaras por causa da gravidade. Os astronautas terão de bebê-lo em um saquinho com canudo.

 

 

Próximo de casa

A máquina de café espacial, que demorou um ano para ser construída, está prevista para ser instalada na Estação Espacial Internacional em novembro, quando a astronauta italiana Samantha Cristoforetti embarca para sua missão.

 

café Lavazza Estação Espacial Internacional (ISS)

Como é feito o café

David Avino, gerente da empresa que criou a máquina, disse no lançamento da ISSpresso que os avanços científicos poderão ser aplicados nas cafeterias domésticas. Para o momento, o cafezinho nas alturas irá ajudar os astronautas a se sentirem mais em casa.

café Lavazza Estação Espacial Internacional (ISS)

“A comida dá um apoio psicológico importante e ser capaz de tomar um bom expresso pode ser o jeito perfeito de fechar o menu especialmente criado para cada astronauta e fazê-los se sentirem mais próximos do lar”, diz David.

 

Fonte: UOL. Telegraph

Deixe sua opinião, assim podemos melhorar.

Artigos Relacionados